Página inicial » O samba é a nossa notícia » Dia 2 de dezembro, dia nacional do samba. Sabem o por que escolheram esta data ímpar da nossa cultura?

Dia 2 de dezembro, dia nacional do samba. Sabem o por que escolheram esta data ímpar da nossa cultura?

No dia 2 de dezembro se comemora o Dia Nacional do Samba, um dos patrimônios culturais brasileiro. Há eventos, festejos espalhados por todo Brasil. Como não poderia deixar de ser. Afinal, não há manifestação popular que mais se identifica com nosso povo. Não há cartão-postal mais valioso dentro e fora de terras tupiniquins(mesmo que às vezes o o estrangeiro apenas veja o lado sensual e vulgar do nosso país). Enfim, chega de lenga-lenga. Qual motivo do 2 de dezembro ser o dia do Samba? Que história é essa? Até na concepção do  seu dia, o Samba teve um ar malandro. Há uma lenda(que possui seu fundo de grande verdade) em que a data teve como inspiração Ary Barroso, compositor de “Aquarela do Brasil”. O músico teria feito uma letra que exaltava a Bahia, sem nunca ter visitado nenhuma cidade baiana.

Ary Barroso é o “culpado” pela instituição do Dia do Samba. Obrigado, mestre da Aquarela!

Mas na primeira vez que ele pisou em Salvador, num dia 2 de dezembro de 1940, o vereador baiano Luís Monteiro da Costa aprovou uma lei que declarava que aquele dia seria o Dia Nacional do Samba, numa forma de homenagear o compositor. A música que originou a homenagem a Barroso foi  ”Na Baixa do Sapateiro”, de 1938. A partir desse acontecimento a data tornou-se o dia do samba.  Em 1963 foi instituído o Dia Nacional do Samba pelo governo brasileiro, oficializando-o como celebração ao mais claro traço sócio-cultural de nosso povo. Desde 1972, a data é comemorada nas ruas e praças, se tornando assim o dia de todos os bambas.

Nem é preciso explicar o que é o samba para a vida dos brasileiros de todas as classes. Aprendemos a admirar compositores, cantores, sambas-enredos, escolas de samba com olhos de orgulho por ter tão perto um gênero único. Até os musicalmente elitistas se curvaram ao samba. A Bossa Nova é um movimento embasado no samba. Heitor Villa-Lobos, maestro maior da música erudita nacional, teria dito sobre a métrica musical de Cartola: “Está tudo errado. Mas é tudo lindo”.

“Pelo Telefone”, neste registro histórico, é considerado o primeiro samba gravado da história, em 1917

O leque de personagens e músicos que nos comtemplaram com obras-primas não caberia neste humilde post. Paulinho da Viola, Elza Soares, Dona Ivone Lara, Cartola, Chico Buarque, Lupicínio Rodrigues, Ary Barroso e assim vai. Além das nossas pérolas mineiras como Ataulfo Alves, Geraldo pereira, Clara nunes, Mestre Jonas, Thiago Delegado, Aline Calixto, Janaína Moreno Copo Lagoinha, Mestre Jonas e muitos bambas que surgem todos os anos. Chega de listas. Senão, seremos injustos com tantos que nos abençoaram com o Samba.

Convidamos você, caro leitor a conhecer mais um pouquinho da obra destes mestres aqui mesmo em BH. Deixaremos você bem informado com nossa agenda de eventos. Assim, terá direção certa para ver de perto a experiência que tanto tentamos demonstrar com palavras no Ocê no Samba. Aproveitem o Dia do Samba no seu dia e os outros 365 do ano de muitas rodas e valorizeremos cada vez mais nossos bambas e a arte do batuque. Nos sigam nesta incrível jornada pelo batuque e claro, caiam no samba.


This entry was posted in O samba é a nossa notícia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

One Comment

  1. Raíza Campos
    Posted 29 de novembro de 2011 at 15:39 | Permalink

    e viva o dia do samba!!!!

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  • Cupom de Desconto